quinta-feira, 17 de julho de 2008

Ééé... do Brasil!

Eu já sabia. A epopéia aeronáutica do padre Adelir de Carli levou o grand prix do Darwin Awards 2008.

O Padre Voador, como ficou conhecido, morreu em abril, depois de decolar numa cadeira de praia amarrada a balões de gás e se perder em condições de tempo ruim, levado pelo vento na direção do oceano. Ele completou a façanha levando consigo um GPS que não sabia usar e um pára-quedas que poderia ter salvo sua vida, caso tivesse sido esperto o bastante para desistir do vôo ainda sobre terra firme.

O Prêmio Darwin é conferido anualmente às pessoas que tiveram as mortes mais... originais. A idéia é homenagear (postumamente, é lógico) aqueles que foram dessa pra uma melhor pela força da seleção natural. Um incentivo àqueles que contribuem com sua providencial ausência para a evolução humana.

Para concorrer é preciso:

  1. morrer de forma espetacular por culpa da própria burrice;
  2. não causar a morte de inocentes (esse é o mais difícil);
  3. não ter filhos (ou seja, não ter passado seus genes burros adiante).

Como todo padre, Adelir de Carli tinha feito voto de castidade, e portanto não teria filhos de qualquer maneira. Isso lhe rendeu uma honraria a mais: o Double Darwin. Ou seja, o Padre Voador venceu com um combo. Mais um orgulho para a aviação brasileira.

Marcadores: , ,

5 Comentários:

Blogger Fabi disse...

Se o que ele queria era aparecer, poderia ter pendurado uma melancia no pescoço, poderia até rezar uma missa com a dita-cuja pendurada. Isso também contribuiria para ele ficar beeeem no chão.
Totalmente sem noção, prêmio mais do que merecido!

7:03 PM  
Blogger Ana Lucia Abrão disse...

Agora eu posso comentar!
Você estava torcendo por esse prêmio desde que o padre sumiu, não?

1:08 AM  
Blogger F. Schuler disse...

Claro, baybe! Mais um tijolinho para a calçada brasileira da infâmia!

10:00 AM  
Blogger Anna disse...

Se algum ser humano puder explicar o que diabos esse sujeito foi fazer com essa assombrosa asneira, agradeço!

1:29 PM  
Blogger Maiara disse...

Vi um documentário sobre batalhas aéreas esses dias e lembrei de ti! No History Chanel, se puder, fica de olho!

9:03 AM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial