domingo, 6 de dezembro de 2009

A Princesa e o Sapo

Velhas tradições dos estúdios Disney

Ontem, por cortesia do bloglord Alexandre Inagaki, eu fui assistir à pré-estreia de A Princesa e o Sapo, nova animação dos estúdios Disney, e saí do cinema com sentimentos mistos.



Primeiro, é muito legal que a Disney tenha feito um novo longa de animação 2-D. E os caras capricharam. Mesmo com algumas transgressões, o filme tem o traço e a ambientação mística dos grandes clássicos do passado.

Mas ele recorre a outros expedientes típicos da marca, também. Como eu não quero fazer nenhum spoiler, vou contar pra vocês como eu imagino que tenha sido o processo criativo.

CENA: Interna. Cerca de 20 andares abaixo do térreo dos Estúdios Disney. Diretores de arte, roteiristas, redatores de diálogo e argumento estão diante do altar para a reunião semanal. Velas acesas iluminam o enorme retrato de Walt Disney na parede. A cabeça congelada do fundador é o centro das atenções.

– Ó, espírito imortal de Walt Disney! Ó, fundador excelso de sabedoria infinita! Criamos um novo filme para glorificar vosso nome! Fizemos um conto de fadas com princesas e príncipes encantados!

– Sim, ó líder grandioso! Fizemos algo imaginativo e mágico! Com música e bichinhos falantes! Um conto de fadas às avessas que se passa em Nova Orleans! E o vilão é um macumbeiro vodu! E a princesa é negra!

–Oh, líder sábio e padroeiro! O que devemos fazer para tornar A Princesa e o Sapo um verdadeiro clássico? Do que nosso filme precisa para ser tão inesquecível quanto... Bambi?

Um vento sombrio apaga todas as velas. Os olhos da cabeça congelada brilham com uma luz vermelha medonha. Uma voz gutural ecoa feito um trovão:

– M O R T E...

Os funcionários se entreolham, cochicham uma coisinha ou outra, preocupados.

– Mas senhor... é um filme... para crianças!

– M A T E M o personagem mais engraçadinho! – urra a voz de Walt, tenebrosa, direto do além.

– Mas senhor... é desnecessário para a trama!

– É, e as crianças vão sofrer e chorar!

– FAÇAM O QUE EU DIGO!

– Sim senhor! Sim senhor!

– MUAHAHAH!



Marcadores: , ,

2 Comentários:

Anonymous Assunto Popular Brasileiro disse...

Pisaram no sapo?

12:34 PM  
Blogger Ka disse...

Fiquei curiosa para assistir! Confesso que nunca fui muito chegada a filmes de princesas porque me pareciam todos iguais.. a menina sofredora, a bruxa má e o principe encantado. Mas um sapo, um macumbeiro e uma princesa negra em New Orleans me parece interessante.

2:40 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial